Atedimento ao cliente

Tecnologia ambiental estimula menor degradação dos recursos naturais

A preocupação de cuidar melhor dos recursos naturais, com foco na sustentabilidade, tem impulsionado a busca pela tecnologia ambiental.

O objeito é proteger a biodiversidade de forma mais efetiva, podendo também investir em ações que levem a uma menor degradação e maior recuperação da natureza, como um todo.

A tecnologia ambiental tem ganhado força como uma aliada desse desenvolvimento sustentável, podendo ser aplicada em diferentes frentes de ação.

Diminuir o consumo de energia, reaproveitar os recursos e subprodutos, reduzir a emissão de poluentes, eliminar os resíduos de forma mais eficiente e menos danosa, são apenas alguns exemplos do que pode ser melhorado com a tecnologia ambiental.

E mais do que isso, através de sua aplicação torna-se possível fazer um levantamento de informações e monitorar áreas produtoras de poluentes, oferecendo soluções eficazes e mais seguras para diminuir os impactos.

Dados mostram que, nos próximos anos, o uso da tecnologia ambiental pode contribuir para a redução, entre 25 e 80%, da emissão de gases que causam o efeito estufa. Isso significa um impacto até 50% menor na camada de ozônio.

E quando falamos na melhora do meio ambiente temos que pensar no quanto isso impacta na vida de todos nós, afinal, somos os habitantes desse espaço.

Exploração de recursos e consumo responsável devem ser um compromisso de todos, não apenas das grandes empresas, pois a existência de cada um, impacta o meio ambiente de alguma forma.

Um exemplo: diante do isolamento social imposto em 2020, a emissão CO2 diminuiu 15%. Será que você tem feito a sua parte, no seu cotidiano?

Certificações Ambientais

Ao falarmos de tecnologia ambiental é importante destacar algumas certificações que comprovam esse compromisso com a gestão dos recursos.

Entre elas estão:

  • ISO 14001 – a empresa desenvolve uma estratégia para a preservação do meio ambiente, implementando um sistema eficiente, com base em sua realidade.
  • ISO 14004 – relacionada com a implementação de melhorias contínuas ao sistema de gestão ambiental, seguindo diretrizes técnicas.
  • Procel – é um selo que pode ser visto em vários eletrodomésticos, comprovando que, através de testes de laboratório, o produto apresenta alta eficiência energética. É uma forma de orientar o consumidor sobre o gasto energético daquele item.
  • RoHS – é uma certificação que segue como base a legislação europeia, e seu objetivo é restringir o uso de agentes perigosos, como mercúrio e chumbo, na fabricação de smartphones, tablets, computadores e outros itens do segmento.
  • Selo Verde – empresas que agregam o selo verde aos seus produtos mostram que eles causam menos impacto no meio ambiente. Para ter direito ao selo é preciso seguir pré-requisitos determinados por organizações ou governos.

Tecnologia Ambiental

Muitas pessoas devem estar se perguntando: na prática, o que a tecnologia ambiental já disponibiliza hoje, que pode ser agregado às indústrias e até mesmo ao cotidiano?

Acompanhe alguns exemplos abaixo.

  • Bioinseticidas – a serviço da cadeira produtiva do agronegócio, esses produtos fazem o controle das pragas com o uso de bactérias, fungos e vírus.

Deixando as substâncias químicas tradicionais de lado, os inseticidas biológicos são focados apenas no combate aos insetos, sem prejuízo a outros seres vivos.

A Embrapa – Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária têm trabalhado para desenvolver soluções para as lavouras, de forma eficaz e com tecnologia ambiental.

  • Energia Solar – o sol é uma fonte de energia inesgotável, diferente da água que abastece as hidrelétricas, por exemplo.

E o melhor, ele pode ser transformado em energia elétrica e térmica, bastando fazer a instalação de placas com células fotovoltaicas.

Esse é um exemplo de tecnologia ambiental que tem ganhado cada vez mais espaço, tanto em empresas como em residências.

Além de ser uma energia limpa, ainda significa, em médio e longo prazo, uma economia financeira bastante interessante.

A Rural Pago tem uma equipe altamente treinada para responder suas dúvidas sobre energia solar, e fazer orçamentos. Para saber mais entre em contato através do ruralpago.com/energia-solar

  • Lâmpada inteligentes – se a tecnologia ambiental auxilia na produção de energia, que tal investir também em lâmpadas de LED?

Elas poluem menos durante a fabricação e também no momento do descarte, e ainda duram mais e consomem menos energia.

Energia solar fotovoltaica: Converta sol em eletricidade

  • Biogás – ele é produzido a partir da degradação de substâncias orgânicas, que passam por processos biológicos de fermentação com ausência de oxigênio, sendo uma tecnologia ambiental.

Com alto teor de metano, pode ser convertido em eletricidade, pelo processo de cogeração, o que faz dele uma energia renovável.

  • Mineração – por ser uma das atividades que mais impactam o meio ambiente, conseguir aplicar tecnologia ambiental na mineração, mesmo que ainda de forma moderada, já é um passo importante.

A purificação de água, remediação de rejeitos e gestão da água em hidrometalúrgicas, tem contribuído para reduzir o impacto ambiental.

Busque mais informação sobre tecnologia ambiental e, mesmo que com ações menores, comece a fazer a sua parte, para que possamos viver de forma mais sustentável.

Fontes: Rural Pago; Revista Galileu; Tecnicon; Fundação Instituto de Administração; Ingram Micro; e Wikipédia.

A Rural Pago é uma plataforma tecnológica multinegócios. Nossa missão é levar aos nossos clientes uma vasta gama de produtos e serviços financeiros voltados para facilitar e desburocratizar a vida do produtor rural.

Mapa do site